Crônicas de Helgard: Capítulo 5

Equipamento!

 

 

 

 

 

Eduardo andou até o fim do salão chegando a uma escadaria com dez degraus que levava até um grande altar. Atrás do altar havia um mural contando em letras que ninguém poderia entender, a história de uma gloriosa raça avançada.

 

Sobre o alta havia um conjunto de roupas preparado e outros objetos misteriosos.

 

― Pegue a Agenda de Dados de Monitoramento Inteligente…Aquele objeto que parece com uma bússola do dragão.

 

Eduardo subiu os degraus se dirigindo até o altar. Pegou o dispositivo prateado circular incrustado com um brasão Helgardiano. No mesmo instante o objeto vibrou e lançou sobre o corpo de Eduardo uma luz vermelha, escaneando-o.

 

De repente foi atacado por uma terrível dor de cabeça como se estivesse sendo perfurado por mil agulhas.

 

Após um breve instante a dor aguda de cabeça cessou e o objeto projetou uma imagem bidimensional.

 

Escaneamento completado com sucesso! Iniciando processo de registro. Por favor, informe seu nome?

 

 

― Doutor…esse objeto?

 

―É um dispositivo tecnológico mágico de armazenamento. Além disso vem com a função útil de mapeamento de área e registro de dados de monstros e tecnologias usada pelo usuário. No passado era uma tecnologia bem comum, algo como um celular. Agora, é tão raro que as pessoas matariam a própria mãe para colocar as mãos em um desses dispositivos.

 

― Sinto que já vi isso em algum lugar….

 

― É só sua imaginação! ― disse o doutor rapidamente. ― Rápido registre um nome!

 

Pensou em usar seu nome da terra. Mas para começar uma nova vida precisava de um nome novo.

 

― Registrar o nome: Karl!

Nome Karl registrado com sucesso! Sincronizando com a rede global…….Falha…..Impossível sincronizar com a rede global. Por favor, faça a configuração manualmente.

 

― Deixa eu adivinhar. Você escolheu esse nome por que soa bem quando falado, estou certo?

 

Para a pergunta do doutor ele assentiu envergonhado.

 

Karl após completar o registro, seguindo as instruções do doutor, configurou o dispositivo.

 

Com dispositivo configurado, o doutor fez uma breve explicação sobre as funções do dispositivo e as palavras chave de comando de voz.

 

Para testar uma das funções do dispositivo. karl pegou um peitoral que parecia ser feito de algum material leve. Não parecia pesar nem um 1 kg direito e duvidava que fosse feito de algum tipo de liga metálica.

 

Segurando o dispositivo na mão direita, usou uma das palavras chave de comando de voz, ativando a função do dispositivo.

 

―【Analise de Item】!

 

No mesmo instante, o peitoral foi escaneado pelo dispositivo. Todo processo durou menos de um segundo e uma imagem bidimensional surgiu com as informações do item.

 

Peitoral de Nano-fibra de Carbono (Super Raro)

Descrição: Peitoral de Nano-fibra de Carbono foi feito a partir de técnicas avançadas de engenharia mágica criando um peitoral super-resistente.

Efeito: O peitoral pode resistir a projeteis médios de armas de fogo e feitiços da terceira camada.

 

 

― Uma função bem útil….Agora o próximo passo…【Guardar Item】!

 

O Peitoral de Nano-fibra de Carbono desapareceu em várias partículas de luz. Fluindo em direção ao dispositivo. Karl verificou o sub-menu “inventário” do dispositivo e lá encontrou o peitoral Helgardiano.

 

― Incrível! ― exclamou. ― Doutor isso é magia?

 

― Em parte sim ― respondeu. ― O dispositivo foi baseado nas leis mágicas e na física quântica avançada. Se eu fosse ter que explicar as tecnologias e feitiços aplicados, seria necessário explicar por horas.

 

Selecionando o item usando a palavra de comando【Equipar Item】, o peitoral Helgardiano desapareceu do inventário. O corpo de Karl foi envolto por partículas de luz e logo estava equipado com o Peitoral de Nano-fibra de Carbono.

 

Sem perder tempo ele verificou os demais itens

 

 

Manopla de Nano-fibra de Carbono (Super Raro)

Descrição: Manopla de Nano-fibra de Carbono foi feito a partir de técnicas avançadas de engenharia mágica criando uma manopla super-resistente.

Efeito: Pode canalizar energia mágica através da manopla e lançar feitiços até a quinta camada sem ter necessidade de uma ferramenta de fundição mágica.

 

Karl franziu ligeiramente a sobrancelha. Até agora ele viu vários termos que desconhece e não sabia avaliar se era algo bom ou ruim. Se apoiando em certas passagens da história do jovem mago, suspeitava sobre o que significa certos termos.

 

Logo deixou essas questões de lado e se equipou com as manoplas de nano-fibra de carbono. Verificou as bota de cano alto de nano-fibra de carbono e percebeu que a descrição era a mesma, com a diferença nos efeitos. As botas de nano-fibra de carbono aumenta a velocidade natural do usuário.

 

Ele calçou as botas e analisou o próximo item.

 

Era um manto-capuz negro sem qualquer bordado.

 

Manto do Corvo das Sombras (único)

Descrição: Manto do Corvo das Sombras foi criado pelos feiticeiros e alquimistas da Ordem das Sombras como um presente para o Décimo Quinto Imperador Helgardiano Morkerold At Von Rodlig Navy. Segundo as lendas o manto foi criado a partir das penas de dez mil corvos das sombras e encantado com diversos feitiços. Segundo rumores incerto, o Imperador usava o manto para poder escapar durante a noite e se encontrar com sua amante.

Efeito: O manto pode esconder o usuário de feitiços de detecção e adivinhação até a quinta camada. Pode se mesclar com as sombras e se tornar parcialmente invisível, a duração depende do poder mágico canalizando no manto.

 

 

― A descrição é surpreendentemente grande… ― comentou ele, surpreso de várias formas. ― Qual o significado da palavra único entre parêntese?

 

― Quer dizer que não há outro item igual ao manto do corvo das sombras ― explicou. ― Claro pode haver equipamentos parecidos, mas ele é único com sua própria história. Itens assim são raros e muito valiosos.

 

Karl assentiu em compreensão e fez uma nova pergunta:

 

― Qual é o nível entre os itens?

 

― Explicarei sobre assunto depois que você verificar os itens restantes.

 

Karl assentiu e se equipou com o manto do corvo das sombras. Verificou um cinto escuro de fivelas de prata incrustado com insígnias de Helgard. Era um item comum e não havia qualquer efeito notável.

 

Analisou outros itens, poções e elixires raros e os armazenou em seu inventário.

 

Agora só havia uma arma sobre o altar.

 

A arma era uma alabarda. Seu cabo tinha aproximadamente 2 metros de comprimento, incrustado com linhas roxas ao longo do cabo. Sua lâmina tinha a forma de meia-lua – similar ao de um machado -, coberta por um tênue brilho roxo.

 

A marcação na lâmina da alabarda lembrava dois raios cruzados.

 

Karl respirou fundo sendo submergido pela aura heroica da alabarda.

 

 

Alabarda da Tormenta (único)

Descrição: A alabarda da tormenta foi forjado pelo lendário ferreiro mágico Gale Stormen. Durante uma grande tormenta de abalar o mundo, Gale Stormen, usou os raios da tempestade para temperar a lâmina de mithril dando-lhe o atributo trovão.

Efeito: A lâmina produz dano elétrico a cada ataque. Pode manipular raios e o usuário ganha uma grande resistência a ataques atributo trovão. A arma e encantada com feitiço de redução de peso.

 

 

Karl pegou a alabarda da tormenta. No mesmo instante o conhecimento da perícia【Mestre da Batalha】, entrou em ação.

 

A alabarda que parecia pesar mais de 100 kg, surpreendentemente não pesava nem 1 kg!

 

Karl, como se fosse um soldado profissional, segurou o cabo da alabarda com firmeza e a girou e desenhou outros movimentos rápidos e elegantes.

 

No final golpeou o piso com toda sua força.

 

O golpe desceu como um vigoroso trovão.

 

Um estrondo ensurdecedor ecoou por todo salão.

 

Aonde o piso foi golpeado surgiu uma rachadura que foi acompanhado por uma rajada de energia elétrica, aumentando ainda mais o comprimento da rachadura chegando até os incríveis 10 metros.

 

― Acho que aqueles caras exageram na criação desse corpo ― disse o doutor, pela primeira vez perplexo. ― Em parte é graças a alabarda, mas sua força foi um fator necessário para desencadear esse poderoso golpe…..Enfim, agora que temos os equipamentos adequados vamos iniciar o tutorial!

 

O piso sob os pés de Karl ondulou como se fosse a superfície de um lago após ser atingida por uma pedra. Do piso surgiu um golem de gelo, com aproximadamente 2 metros de altura, com todo corpo envolto por uma densa névoa gélida.

 

Estava armado, com espada e escudo.

 

― Quanto colocar os pés fora desse lugar. Descobrirá que o dia-a-dia envolve várias lutas pela sobrevivência. Para se acostumar com seu novo corpo e compreender melhor suas capacidades, nada mais eficaz do que uma boa batalha….Uma batalha de vida e morte. Se perder morrerá Karl.

 

Ouvindo as palavras do doutor Karl apertou firme o cabo da alabarda e preparou seu coração para a batalha que estava por vir.

Anúncios

6 comentários em “Crônicas de Helgard: Capítulo 5

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s